In Body 230Bioimpedância

 

A Bioimpedância é um exame que dura cinco minutos, onde é possível  estimar a porcentagem de gordura , músculo e água no corpo de uma pessoa, além de sua  taxa metabólica viabilizando assim uma orientação personalizada .
As vezes ,mesmo que uma pessoa tenha a porcentagem ideal de massa muscular e de gordura, estes valores podem estar  mal distribuídos pelo corpo e através desse exame simples  podemos analisar essa distribuição, pois  o paciente é dividido em quadrantes, (membros superiores , inferiores e  tronco) assim conseguimos ver como ele está de massa magra e gordura e em qual quadrante ele está acima ou abaixo do normal assim a dieta e a atividade física é prescrita de forma precisa de acordo com o metabolismo de cada pessoa. 
Essa precisão obtida com o exame é o que pode otimizar o treinamento físico e permitir que seja elaborada uma dieta individualizada. O aparelho usado no nosso consultório ( In Body 230).

O exame também estima ainda a quantidade de calorias que você gasta em determinada atividade física, como por exemplo, caminhada, corrida, natação, etc.
É possível estimar-se também em que segmento corporal há necessidade de ganho de massa muscular ou perda de gordura.
Também pode ser feito em crianças a partir de 3 anos. Segue um exemplo:

Bioimpedância

 

 

Síndrome MetabólicaSíndrome Metabólica

 

 

É uma síndrome em evidência na atualidade, tanto para os endocrinologistas como para os cardiologistas. Diagnosticada pela presença de 3 dos seguintes fatores: cintura acima de 102 para homem e acima de 88cm para mulher; HDL colesterol abaixo de 40mg/dL em homens e menor que 50mg/dL em mulheres; triglicérides acima de 150mg/dL; glicemia de jejum maior que 110mg/dL; pressão arterial acima de 130/85 mmHg.

 

 


ObesidadeObesidade e Sobrepeso

 

Abordamos aspectos importantes como reeducação alimentar e uso de medicamentos (quando necessário) para obtenção da perda e manutenção de peso
Atualmente a  obesidade atinge proporções epidêmicas em todo o mundo, acometendo todas as faixas etárias , inclusive no Brasil dados recentes do IBGE  evidenciam que 40 % da população está acima do peso, sendo que desta ,10 milhões são consideradas obesas.Isso está ocorrendo principalmente pelo hábito de vida irregular ( sedentarismo e alimentação inadequada) A definição de obesidade mais utilizada é baseada no Índice de Massa Corporal (IMC= peso dividido  pela altura ao quadrado), que retrata o excesso de peso, porém sem definir o conteúdo corporal de gordura ou de massa magra.

 

 

Diabetes Mellitus

 

Aqui vamos abordar  o diagnóstico e tratamento dos pacientes com  DM tipo 1 , tipo 2  e diabetes gestacional  . Em decorrência das inovações farmacológicas, o tratamento é individualizado para a melhor obtenção do controle dos níveis de glicose sanguíneos. Além da orientação e conhecimento de sua doença é importante ressaltar que focamos de forma individualizada a dieta  do  paciente diabético considerando todas as fases da vida, seu  diagnóstico nutricional, hábitos alimentares e socioculturais. Introduzimos e ensinamos a técnica de contagem de carboidratos aos pacientes em uso de insulina, além de acompanhamento através de exames laboratoriais e exame físico de modo a evitar e/ou retardar as complicações a curto e longo prazo.

 

 

Alterações da tireóide


TireóideDiagnosticamos, tratamos e acompanhamos doenças como hipotireoidismo , hipertireoidismo , nódulos de tireóide e  câncer de tireóide. A tireóide é uma glândula localizada na parte anterior do pescoço, bem abaixo do pomo –de-adão (cartilagem). Ela produz hormônios essenciais para o funcionamento de nosso metabolismo


Hipotireoidismo: Quando seu médico diz: "Você está com hipotireoidismo", significa que você apresenta sintomas compatíveis com baixa função da sua glândula tireóide, ou seja, sua tireóide está produzindo pouco hormônio. Seu diagnostico e tratamento são na  maioria das vezes fácil e sem dor.Alguns dos principais sintomas são: cansaço , aumento de peso, prisão de ventre, pele ressecada, sintomas de depressão, unhas quebradiças, queda de cabelo, ciclo menstrual irregular, sonolência. Ocorre com mais freqüência em mulheres, especialmente acima dos 40 anos;

 

Hipertireoidismo:  resulta da exposição contínua do organismo a altas concentrações de hormônios tireoideanos. A causa mais freqüente do hipertireoidismo é a doença de Graves que também está incluída dentro das doenças auto-imunes.
Os sinais e sintomas mais freqüentes de hipertireoidismo são: irritabilidade, aumento da sudorese, intolerância ao calor, palpitações, cansaço, perda de peso, diarréia, tremores, exoftalmia (olhos saltados).
Seu tratamento deverá ser individualizado, sendo que a disponibilidade inclui medicamentos via oral, terapia ablativa com Iodo e em alguns casos cirurgia


NÓDULOS e Câncer de Tireóide
Aproximadamente 10% da população adulta têm nódulos tireoideanos, mas, desse número, cerca de 90% são benignos. O endocrinologista é o profissional adequado para a avaliação inicial do nódulo de tireóide. A incidência da doença aumentou em 10% na última década, mas sua mortalidade diminuiu. câncer de tireóide é raro sendo 3 vezes mais comun nas mulheres.


Tipos de Câncer de Tireóide:

 

Tireóide

 

 

- Carcinoma papilifero - é o mais comum. Pode aparecer em pacientes de qualquer idade, mas é mais freqüente entre 30 e 50 anos. Estima-se que uma a cada mil pessoas tem ou já teve este tipo de câncer. A taxa de cura é alta, chegando a quase 100%.


- Carcinoma folicular - Costuma ocorrer em indivíduos com mais de 40 anos. É mais agressivo do que o papilífero. Em dois terços dos casos, não têm tendência à disseminação. Um tipo de carcinoma folicular mais agressivo é o hurthle, que atinge pessoas com mais de 60 anos.


- Carcinoma medular - Afeta as células parafoliculares, responsáveis pela produção da calcitonia, hormônio que contribui na regulação do nível sanguíneo de cálcio. É de difícil tratamento e, usualmente, se apresenta de moderado a muito agressivo.


- Carcinoma anaplásico - Extremamente raro. Contudo, é do tipo mais agressivo e tem o tratamento mais difícil. É responsável por dois terços dos óbitos de câncer da tireóide.

 

 

 

 

 

 

Alterações de colesterol e dos triglicérides


Tratamos alterações como aumento do LDL-c (colesterol ruim) e de triglicérides, utilizando reeducação alimentar e medicações disponíveis.

 

 

Alteração OvarianaAlterações ovarianas

 


A Síndrome dos ovários policísticos (PCOS) é uma endocrinopatia freqüente ( 5 a 10%)  em mulheres em idade reprodutiva, com apresentação clínica heterogênea ,envolvendo manifestações de:  infertilidade, ausência de ovulação e hiperandrogenismo ( excesso de hormônios masculinos: acne, excesso de pelos,alopécia). A suscetibilidade individual para seu desenvolvimento  inclui fatores genéticos e ambientais (obesidade e sedentarismo)  e suas portadoras apresentam maior prevalência de fatores de risco cardiovascular ( hipertensão) ,metabólicas( diabetes tipo 2) e reprodutivas(dificuldade para engravidar, maior risco de abortos precoces e complicações tardias na gestação).

Além das patologias acima comentadas, diagnosticamos, tratamos e acompanhamos acometimentos da glândulas hipófise e adrenais, osteoporose, presença de puberdade precoce ou atrasada em crianças e diagnóstico de tratamento de crianças com baixa estatura.

 

 

 

 

Cirurgia BariátricaAcompanhamento Pré e Pós-Operatório de Cirurgia Bariátrica


A Cirurgia Bariátrica (Tratamento Cirúrgico da Obesidade) pode ser uma opção eficiente e segura para a perda de peso em pacientes com Obesidade Mórbida (IMC > 40 kg/m2) ou Obesidade Grau II (IMC > 35 kg/m2) associada a doenças relacionadas à Obesidade.

Existem diversas técnicas aprovadas e a escolha é individual, dependendo da história do paciente e também da experiência da Equipe Cirúrgica.
Todo paciente que será submetido à Cirurgia deve passar por uma avaliação com Endocrinologista , psicólogos e nutricionistas, além do cirurgião.

O acompanhamento pós cirúrgico também é essencial, para prevenir re-ganho de peso e complicações nutricionais. A suplementação de vitaminas e minerais após a cirurgia é obrigatória na maioria das técnicas, sendo para a vida toda .

 

Vida Saudável

 

Diabetes Mellitus Endocrinologista Síndrome Metabólica Endocrinologista Obesidade e Sobrepeso Endocrinologista Disfunções de Tireóide Endocrinologista Dislipidemias


Alterações Osteometabólicas Endocrinologista Alterações no Crescimento Endocrinologista Alterações de Puberdade Endocrinologista Alterações Ovarianas